Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Legislação Federal > Decretos > 1957 > Dec 42.279 - 1957
Início do conteúdo da página

Dec 42.279 - 1957

Salvar em PDF

 

DECRETO Nº 42.279, DE 17.9.1957 - DOU 19.9.1957

Modifica o redação dos arts. 2º e 5º do Decreto nº 40.845, de 28 de janeiro de 1957.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , usando da atribuição que lhe confere o art. 87, nº I, da Constituiçãoe tendo em vista o art. 51 da Lei nº 2.004, de 3 de outubro de 1953,

DECRETA:

Art. 1º. O art. 2º do Decreto nº 40.845, de 28 de janeiro de 1957, passa a ter a seguinte redação, mantidos os seus parágrafos:

"Art. 2º A Petrobrás apresentará anualmente ao Conselho Nacional do Petróleo, até 15 de novembro, o plano de suas atividades futuras, destacando, especialmente, os trabalhos a serem executados no ano seguinte".

Art. 2º. Fica assim redigido o art. 5º do Decreto nº 40.845, de 28 de janeiro de 1957:

"Art. 5º A Petrobrás, visando a manter o Conselho Nacional do Petróleo permanentemente a par de suas atividades, enviar-lhe-á, mensalmente e com regularidade, os seguintes elementos:

l - quanto à pesquisa:

a) relatório de progresso dos trabalhos no setor de exploração;

ll - quanto à lavra:

a) boletim de perfuração de que constem: profundidade, formações atravessadas, cimentações, testes, pistoneamentos, abandonos, retiradas de tubulação e de hastes, trabalhos de limpeza e outros dados relativos aos poços perfurados, acompanhado de planta de situação dos mesmos;

b) boletim de produção de óleo e de gás, por campo;

c) boletim de produção de óleo, por poço;

d) boletim de produção de gás, por poço;

e) boletim de transferência de petróleo;

f) quadro de localizações, condições e características das sondas;

g) quadro das unidades de trabalho ocupadas em serviços de produção;

h) quadro demonstrativo dos poços terminados e em andamento;

i) boletim de consumo de óleo;

j) boletim de consumo de gás;

l) relatório sôbre a existência de estruturas favoráveis à acumulação de óleo, com as respectivas características.

Ill - quanto à refinação:

a) a natureza e quantidade de petróleo refinado em cada refinaria;

b) natureza e quantidade de derivados produzidos em cada refinaria, inclusive produtos intermediários, subprodutos e perdas;

c) previsão da natureza e quantidade de derivados a serem produzidos em cada refinaria no decurso do mês seguinte.

Art. 3º. O presente decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, em 17 de setembro de 1957; 136º da Independência e 69º da República.

JUSCELINO KUBITSCHEK
Nereu Ramos
José Maria Alkmin

Fim do conteúdo da página